terça-feira, 18 de abril de 2017

Segredos engraçados

Senti falta do que eu era anos atrás
Momentos que me transformavam e eu não sentia
Paixões que eram vivas
Do meu peito voraz!
Da fé...perturbada, triste, cheia de palpites...
Ah, quando eu escrevia cartas!
Senti falta...
Dos meus papéis, inúmeros papéis que eram importantes ser guardados nas minhas gavetas,
que eram importantes não interpretar
que eram importantes e eu assinava sem ler o contrato
Sinto que jamais poderei queimar todos numa lata de lixo, nem descobrir suas causas e funções.
Sinto... em algum momento, o cabelo apenas pacientemente crescer também foi sagrado, massacrado, intolerante, massificado...
A vida e eu tínhamos segredos engraçados, senti falta até como sinto dos pneus murchos da bicicleta que deixei naquela mudança.
Quantas mudanças?!
Meu deus...
Inúmeras mudanças que fiz e fui me deixando em cada uma delas, e me substituindo por outras,
por outras e mais outras...até me dar conta que ainda e sempre, todas nós, éramos eu.
Hoje eu senti falta do que eu era anos atrás,
Até que me lembrei que é só daqui que eu posso sentir desse jeito.
Só daqui, bem desse jeito.

Nenhum comentário: